Conheça o Grupo Sabin
Clientes Médicos Empresas

busca

Opções de busca:
  • Notícias
  • Serviços
  • Unidades
  • Institucional
Encontre uma unidade
Serviços Sabin
Sabin » Home » Crescimento 2012

Crescimento 2012

Uberaba

O Laboratório Sabin concretizou parceria com o Laboratório Santa Lucília de Uberaba, Minas Gerais. O objetivo do projeto é unir a tradição do laboratório uberabense ao diversificado portfólio de exames e a agilidade na liberação dos laudos, característicos do Laboratório Sabin que há 27 anos atua no setor de medicina laboratorial e possui certificações de qualidade, acreditações e programas de excelência como PELM, PALC/SBPC (Sociedade Brasileira de Patologia Clínica), ISO 9001 e ISO 14001.

Essa parceria é parte do processo de expansão do Laboratório Sabin para outras regiões do país. Entre os fatores que somaram para a escolha da cidade destacam-se a localização estratégica na região Sudeste e o fato de ser um polo técnico-científico, inclusive com uma das melhores universidades de medicina de Minas Gerais – Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Para a realização do empreendimento no município mineiro associaram-se os médicos uberabenses: Dr. José Gastão Cunha Neto - médico patologista clínico e Coordenador Técnico do setor de Hematologia do Laboratório Sabin há 12 anos; e Dr. Guilherme Oliveira Ferreira - médico patologista clínico formato pela UFTM, com mestrado em Microbiologia, MBA em Gestão Empresarial, auditor do PALC e presidente regional da SBPC Minas Gerais-Interior com 20 anos de experiência na área de medicina laboratorial. Dr. Guilherme será o Gestor Médico das unidades de Uberaba.

O Laboratório Sabin acredita que o investimento será de sucesso e progresso em prol da sociedade uberabense, e que agregará qualidade, conforto e bem-estar aos clientes que primam por um serviço clínico de excelência.

  

Palmas
 
O crescimento está em ritmo acelerado. Após expansão para Minas Gerais, o Laboratório Sabin acaba de chegar à região Norte do país. Para disponibilizar os serviços de análises clínicas em Palmas, o Grupo consolidou fusão com o tradicional PHD Laboratório Clínico da cidade. Com a operação, as três unidades ganham um portfólio com mais de 3 mil exames. 
 
O sócio-proprietário do PHD, o bioquímico Pedro Paulo Damasceno, continuará à frente da gestão das unidades. “Essa é uma nova conquista para a comunidade de Palmas, que ganhará um laboratório reconhecido nacionalmente pela qualidade de seus serviços, trabalho humanizado, responsabilidade social e ambiental”, afirma Damasceno. 
 
As executivas do Grupo Sabin, Janete Vaz e Sandra Costa, apostam no constante desenvolvimento do setor de serviços na capital do Estado para o sucesso do empreendimento. “A cidade ganha um laboratório reconhecido por programas de excelência, acreditações e certificados internacionais de qualidade, além de atendimento humanizado e agilidade na liberação de laudos”, conta a diretora técnica, Sandra Costa. A empresa prevê o investimento de R$ 1 milhão, ainda neste ano, que serão aplicados em reformas, renovação do parque tecnológico e novas contratações. 
 
A estratégia de expansão do Laboratório Sabin é assessorada pela Fundação Dom Cabral. “A instalação de unidades pelo país faz parte de uma política de crescimento, que pretende estar em 70% dos estados brasileiros até 2020”, afirma a diretora executiva, Janete Vaz.
 
Perfil Pedro Paulo Damasceno – Nascido em 15 de novembro de 1961 no município de Guaraí - TO, Pedro Paulo de Brito Damasceno, 50 anos, é farmacêutico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, habilitado em Bioquímica pela Universidade Federal de Goiás, e membro do Sindicato dos Estabelecimentos em Serviços de Saúde do Estado do Tocantins.
 
 
Manaus
 
Completando 28 anos na área de análises clínicas, o Laboratório Sabin, com sede em Brasília, acaba de expandir suas atividades na região Norte. Atraído pelo cenário econômico otimista de Manaus, a marca abre a primeira unidade no Amazonas. São 360 metros quadrados de área construída com capacidade para atender 4 mil clientes por mês. Somente neste ano, o empreendimento deve gerar 70 vagas de emprego. A empresa pretende investir mais de 1,5 milhões nos próximos dois anos.

A diretora técnica da empresa, Sandra Soares Costa, conta que o Núcleo Técnico Operacional da nova unidade realizará mais de 3 mil tipos de exames. “Temos uma estrutura com alto padrão de tecnologia, metodologia e controle da qualidade, o que confere mais rapidez e segurança nos resultados”, explica. O laboratório disponibilizará exames bioquímicos, hematológicos, imunológicos, hormonais, parasitológicos, de urina e de biologia molecular, além de realizar os testes de pezinho, paternidade e alergias.

De acordo com a diretora executiva, Janete Vaz, a concentração de indústrias na Zona Franca de Manaus foi um dos principais fatores que atraiu o investimento para a região. “Observamos que o constante desenvolvimento local daria condições favoráveis para o negócio. Queremos levar nosso serviço de saúde à comunidade local, bem como para o público corporativo, oferecendo exames periódicos às organizações”, afirma.

Assume a gestão da filial o farmacêutico-bioquímico, Régis Torres Silva. O profissional vai levar sua experiência de 20 anos de carreira para Manaus. Selecionado do quadro de colaboradores da unidade-sede, em Brasília, passou por um treinamento durante seis meses. “A entrada do Sabin na cidade causou grande expectativa pela população e médicos. Estamos confiantes no sucesso do empreendimento. Ainda projetamos a expansão para outras localidades de Manaus, a médio prazo”, antecipa.

A empresa coleciona títulos importantes na área em que atua. Participante há 22 anos do Programa de Excelência para Laboratórios Médicos (PELM), que atesta o nível de controle da qualidade do laboratório, reconhecida pelo Programa de Acreditação para Laboratórios Clínicos da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica (PALC/SBPC) e certificada segundo as normas ISO 9001, que estabelece um modelo de gestão de qualidade para organizações, e ISO 14001, que atesta a responsabilidade da empresa com o meio ambiente. Neste ano, manteve-se, consecutivamente, na lista do Great Place to Work Institute como uma das melhores empresas para trabalhar na América Latina.
 

 Belém do Pará

O Pará é o sexto estado, além do Distrito Federal, que recebe a expansão do Laboratório Sabin. Por meio da fusão com o Laboratório Cemaza, o Sabin acrescenta 11 unidades de atendimento e cerca de 110 colaboradores à rede.

Grupo Sabin em Belém do Pará

A diretora técnica, Sandra Soares Costa, e as Superintendentes Técnica e de Adm. e RH, Lídia Abdalla e Marly Vidal estiveram em Belém para o primeiro momento de integração. “Estamos otimistas de que nossa chegada ao Pará será boa não só para o Sabin, mas para toda a população local que terá apoio no fortalecimento do setor de análises clínicas”, afirma Sandra.

Para a diretora executiva, Janete Vaz, “o desafio é grande, mas a ousadia e a coragem também. Queremos gerar mais emprego e renda na região, implantando nosso modelo de gestão com foco no desenvolvimento de pessoas”, conta.

A operação contará com o aporte de R$ 1,5 milhão, nos próximos dois anos, que serão investidos em infraestrutura física, renovação do parque tecnológico e novas contratações.

 

Salvador recebe investimento no setor de saúde


O Grupo Sabin, proprietário do Laboratório Sabin, dá mais um passo no plano de expansão e anuncia a fusão com um tradicional laboratório da capital baiana, o Labaclen. Com a operação, o Sabin adquire 11 unidades de atendimento distribuídas entre as cidades alta e baixa, com atuais 140 colaboradores.

Para a sócia e diretora Técnica da empresa, Sandra Soares Costa, esse tipo de operação permite a disponibilização imediata dos serviços na região. “Identificamos em Salvador uma cidade com grande crescimento populacional e um setor de saúde em expansão”, explica. Nos próximos dois anos, a empresa pretende investir R$ 5 milhões, que serão aplicados na reestruturação do parque tecnológico, abertura de unidades e novas contratações.

Em Salvador, assumirá a gestão médica das unidades o patologista Dr. Adolfo Tiago Velloso Ferreira, que atuou por 13 anos no Labaclen como chefe do setor de técnico. Adolfo Velloso é formado em Medicina pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com residência médica em Patologia Clínica pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Segundo o gestor, o processo de transição para o sistema de gerenciamento do Sabin ocorre de forma alinhada, já que o Labaclen também possui a certificação ISO 9001, atende a ISO 14001 e adota o mesmo sistema de informação, o que facilita a integração dos processos das novas unidades à rede. “Com a mudança, poderemos modernizar os equipamentos e os processos da área técnica, garantindo mais qualidade e rapidez na entrega dos resultados, além de aumentar a oferta de exames em diversas áreas, como por exemplo, biologia molecular e exames genéticos”, explica. A gestão administrativa ficará a cargo de Anderson Velloso.


Empresas Parceiras